Saúde da mulher: Saiba quais são os exames ginecológicos preventivos para cada idade

Entenda como cuidar da saúde da mulher e quais são os exames ginecológicos preventivos para cada idade.

Durante toda a vida da mulher, é importante que ela se consulte com um ginecologista para obter orientações de saúde. O especialista geralmente solicita os exames indicados de acordo com a faixa etária e o perfil clínico da paciente, a fim de rastrear possíveis doenças, mesmo antes da manifestação de sintomas. Este diagnóstico precoce aumenta as chances de sucesso no tratamento.

A saúde da mulher e o bem-estar devem ser prioridade para todas. Veja no texto abaixo os exames recomendados por faixa etária e a importância de realizá-los.

 

Exames preventivos femininos até 20 anos

A adolescente e o seu ginecologista

 

Após a menarca (primeira menstruação), a jovem deve procurar um ginecologista. Cabe a este orientar sobre ciclo menstrual, ovulação, alimentação, exercícios, sexualidade, bem como avaliar as vacinas necessárias.  Ao falar sobre sexualidade, o médico pode indicar o melhor método para prevenir uma gravidez indesejada, além de ressaltar a importância do uso do preservativo para evitar doenças sexualmente transmissíveis.

O ginecologista vai aferir o peso e a pressão, além de examinar as mamas e a genitália. Tendo havido o início da atividade sexual, também irá examinar o colo do útero e realizar o toque.

Veja abaixo os exames sugeridos:

Ultrassom pélvico

Indicado para avaliação do útero e ovários. Caso tenha havido o início da atividade sexual, pode ser realizado o ultrassom transvaginal.

Ultrassom das mamas

Pode ser realizado caso seja descoberta alguma alteração no exame de mamas.

Exames de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs)

Recomendados para os casos em que houve prática sexual sem uso de preservativo ou se houve mais de um parceiro em 6 meses.

Exames de sangue 

Permitem detectar alterações como anemia, diabetes, colesterol elevado, etc.

 

Exames preventivos femininos acima de 20 anos

Fase adulta

 

É indicado consultar o ginecologista pelo menos uma vez ao ano. Cabe ao ginecologista orientar sobre alimentação, exercícios, aspectos sexuais e indicar a lista das vacinas necessárias.

Leia abaixo os exames sugeridos:

Ultrassom pélvico 

Indicado para avaliação do útero e ovários. Caso tenha havido o início da atividade sexual, pode ser realizado o ultrassom transvaginal.

Ultrassom das mamas

O ultrassom das mamas pode ser realizado caso seja descoberta alguma alteração no exame de mamas.

Papanicolau

Exame indicado para detectar o câncer de colo do útero. Deve ser colhido após os 21 anos em mulheres que já iniciaram atividade sexual. É realizado por meio da passagem do espéculo e coletado material do colo do útero com um tipo de cotonete.

Mamografia

A Sociedade Brasileira de Mastologia recomenda, como estratégia de rastreamento populacional, o exame de mamografia a partir dos 40 anos, com repetição anual. Se houver histórico familiar de câncer de mama, é indicado conversar com o ginecologista sobre a idade de início desse exame. 

Colposcopia

Exame que avalia o colo do útero com um ‘binóculo’. Deve ser realizado se houver uma ferida estranha no colo do útero ou se o Papanicolau apontar alguma alteração.

Exames de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs)

Recomendados para os casos em que houve prática sexual sem uso de preservativo ou se houve mais de um parceiro em 6 meses.

Exames de sangue

Permitem detectar alterações como anemia, diabetes, colesterol elevado, etc.

 

Exames preventivos femininos acima de 50 anos

Início da menopausa

 

A menopausa é a última menstruação da mulher. Nas mulheres brasileiras, essa fase começa ao redor dos 48 anos. No entanto, algumas mulheres podem menstruar até cerca de 55 anos. 

Com a menopausa, ocorre redução gradativa dos hormônios femininos. Assim, deve-se avaliar com o médico os riscos e benefícios da reposição hormonal. Mesmo se estiver na menopausa e não tiver nenhum parceiro, é indicado consultar o ginecologista anualmente. 

Nessa fase da vida, o risco de alguns tipos de câncer é maior, assim como a ocorrência de doenças cardiovasculares. Em alguns casos, novos exames são necessários. 

Veja os exames sugeridos para essa etapa da vida da mulher:

Ultrassom pélvico

Indicado para avaliação do útero e ovários. Caso tenha havido o início da atividade sexual, pode ser realizado o ultrassom transvaginal.

Ultrassom das mamas

Pode ser realizado caso seja descoberta alguma alteração no exame de mamas. Pode ser também solicitado em complemento à mamografia.

Papanicolau

Exame indicado para detectar o câncer de colo do útero. 

Mamografia

Exame anual a partir dos 40 anos. Havendo histórico familiar de câncer de mama deve-se conversar com o ginecologista sobre a necessidade de outros exames complementares. 

Colposcopia

Exame que avalia o colo do útero com um "binóculo''. Deve ser realizado se houver uma ferida estranha no colo do útero ou se o Papanicolau apontar alguma alteração.

Exames de sangue

Permitem detectar alterações como anemia, diabetes, colesterol elevado, etc.

Ultrassom de tireoide

Indicado caso haja na família alguém com câncer de tireoide.

Densitometria óssea

Avaliação da perda óssea, investigando quadros como osteoporose. A perda óssea ocorre, principalmente, após a queda dos hormônios femininos.

Colonoscopia

Exame de imagem do intestino grosso e reto, capaz de diagnosticar e retirar pólipos (lesões na parede do intestino), que – caso não fossem retiradas – poderiam evoluir para um câncer. Indicado a partir de 50 anos. O médico poderá antecipar caso haja fatores de risco familiares.

Exames cardiológicos

Incluem, principalmente, o teste ergométrico (teste de esforço) e ecocardiograma. As pacientes com fatores de risco e antecedentes familiares devem consultar seu médico sobre a realização.

 

Onde agendar os exames ginecológicos preventivos?

Para agendar seus exames ginecológicos, basta ligar para o nosso atendimento ao cliente e escolher o melhor dia e horário para realizar seus preventivos.

Atendimento ao Cliente: 

Rio de Janeiro - (21) 3003-5552

São Paulo - (11) 3003-5554

Além dessa facilidade, priorizamos o bem-estar, confiabilidade e qualidade do nosso atendimento através do espaço da mulher

 

Texto por Dra. Adriana Campaner.

Categoria
Saúde