Ultrassonografia morfológica

usg morfológico

A avaliação do bebê durante a gestação através da ultrassonografia conta com dois importantes aliados: as ultrassonografias morfológicas de I e II trimestres.

Entenda mais sobre o exame, como é feito e as orientações para realizá-lo com segurança e facilidade no Alta Excelência Diagnóstica.
 

clique para agendar o exame via nav


Qual a finalidade das ultrassonografias morfológicas?

As ultrassonografias morfológicas são instrumentos diagnósticos para avaliar a adequada formação do bebê, a fim de possibilitar o diagnóstico e aconselhamento precoces durante a gravidez.


Ultrassonografia morfológica de 1o trimestre: 

Este exame é realizado entre a 11a e a 14a semanas (preferencialmente entre a 12ª e 13ª semanas) de gestação e baseia-se na avaliação da Translucência nucal (TN). 

Transluscência Nucal é a medida de um fluido abaixo da pele da região do pescoço do bebê durante o I trimestre de gestação. Em gestações de fetos com alterações cromossômicas, doenças gênicas e/ou cardiopatias congênitas esta medida pode estar aumentada.

O rastreamento pela Transluscência Nucal detecta 80% dos casos de Síndrome de Down. Outros marcadores ultrassonográficos como a frequência cardíaca fetal, dopplervelocimetria de ducto venoso, avaliação do fluxo da valva tricúspide e a presença de osso nasal também contribuem para este rastreamento. Entretanto quando associado à marcadores bioquímicos como a fração livre do BhCG e PAPP-A, os valores de detecção deste rastreamento aumentam para 90% de sensibilidade.

Durante a avaliação de I trimestre também é possível realizar o rastreamento para pré-eclâmpsia (pressão alta) durante a gravidez, avaliando fatores combinados como:

  • Características maternas,
  • Histórico de doenças prévias e histórico obstétrico,
  • Dopplervelocimetria de artérias uterinas,
  • Medida da pressão arterial materna,
  • Avaliação de um marcador bioquímico chamado PLGF.

Os testes de rastreamento para cromossomopatias e pré-eclâmpsia no I trimestre servem para sinalizar uma situação de risco aumentado para uma alteração, necessitando da complementação com outros exames ou de uma conduta diferenciada na condução do pré-natal.
 

Ultrassom morfológico do 2o trimestre: 

Com o desenvolvimento da ultrassonografia e conseqüente melhora da resolução dos aparelhos de ultrassom, a anatomia fetal começou ser conhecida a tal ponto que hoje em dia há praticamente padrões de normalidade para todos os órgãos fetais. Este conhecimento gerou a base da avaliação das estruturas do feto identificadas na ultrassonografia morfológica de II trimestre, com o objetivo de avaliar detalhadamente os aspectos da formação do bebê.

A idade gestacional sugerida para realização deste exame é entre 20 e 24 semanas de gestação.

Neste exame podem ser detalhados achados do Sistema Nervoso Central, extremidades esqueléticas, face, coração, rins e outros órgãos internos do feto. No II trimestre também são avaliados sinais ultrassonográficos como visualização do osso nasal e mensuração da prega nucal. Este amplo estudo da formação do bebê, permite considerar o ultrassom morfológico de II trimestre como um exame rastreador de anomalias cromossômicas e apresenta uma sensibilidade de 83,5%, que varia pela experiência do médico examinador.

A avaliação do bebê durante o pré-natal precisa ser vista de uma forma contínua e sequencial. Assim, as avaliações morfológicas de I e II trimestres são complementares e se integram ao acompanhamento pré-natal.

O foco destas ações conjuntas é uma gestação tranquila e bem informada.
 

Como é feito o ultrassom morfológico?

A avaliação frequentemente é realizada pela via abdominal, podendo eventualmente ser realizada pela via transvaginal à pedido médico.

Pré-requisitos 

Para realizar o exame é necessário o agendamento prévio, apresentar o encaminhamento médico e chegar com antecedência na clínica com o documento com foto em mãos. 

Preparo do ultrassom morfológico

Não é necessário nenhum preparo prévio específico para realizar o ultrassom morfológico.

Contraindicações

A USG morfológica é um exame não invasivo que não representa risco para a mãe ou para o bebê.

Tempo de duração

O exame tem um tempo de duração de 30 a 40 minutos .
 

Faça o exame de ultrassom morfológico no Alta!

O Alta Excelência Diagnóstica é um laboratório que conta com profissionais altamente qualificados e tecnologia de ponta. Para realizar seu exame de ultrassom morfológico com segurança e confiabilidade é muito fácil, basta clicar em nossa plataforma de agendamento online e escolher o melhor dia e horário para você.
 

clique para agendar o exame via nav

 

 

 

Categoria
Saúde