Bulimia: Conheça as causas, sintomas e como tratar o transtorno alimentar

A bulimia é um distúrbio alimentar. Entenda seus sintomas e como tratar

Bulimia é um distúrbio alimentar em que após os episódios de compulsão alimentar ocorre indução de vômitos ou diarreia, inclusive com uso de medicamentos. 

O que é bulimia nervosa? 

Bulimia: entenda seus sintomas e o tratamento para a doença


A bulimia nervosa, ou apenas bulimia, é um distúrbio alimentar grave, que pode causar muitos danos a saúde. A bulimia se caracteriza por episódio de consumo excessivo de alimentos seguida por um comportamento compensatório, em virtude da culpa e medo do ganho de peso, de indução de vômitos e/ou diarreia. 

Os distúrbios alimentares são desordens psiquiátricas que envolvem a capacidade de percepção corporal e precisam de diagnóstico precoce e tratamento intensivo para minimizar seus riscos. O maior de todos os riscos, especialmente na bulimia e vigorexia (excesso de atividade física), é a demora no diagnóstico, pois, o emagrecimento pode não ser tão evidente como na anorexia.  
 

Possíveis causas 

O culto ao corpo, especialmente a magreza, associado a alterações psíquicas de humor, auto estima, ansiedade e auto controle. 

Essa condição é mais propensa a afetar a saúde da mulher e pessoas com fragilidade emocional, como, por exemplo, aquelas que tomam remédio para ansiedade e depressão

Quadros depressivos e ansiosos podem predispor ao quadro de distúrbios alimentares, inclusive a bulimia. 
 

Sintomas de bulimia 

A presença do episódio bulímico consiste na ingestão exagerada de alimentos e calorias seguida de culpa e utilização de artifícios para minimizar os efeitos, como a autoindução de vômitos e uso de diuréticos ou laxantes. 

Sintomas iniciais estão relacionados ao trato gastrointestinal, como náuseas, refluxo, diarreia e dor abdominal. 

Com a evolução do quadro, podem ocorrer sinais de perda de peso (nem sempre tão evidentes), sinais de desnutrição, como queda de cabelo, unhas quebradiças e falta de disposição. 

Finalmente, nos quadros mais graves, desidratação com desequilíbrio eletrolítico, perda de dentes, osteopenia e osteoporose, alterações cardíacas. 

Sempre há, como pano de fundo, humor instável, ansiedade e baixa autoestima. 

Qual a diferença entre anorexia e bulimia? 

Anorexia se caracteriza pela negação do ato de se alimentar. A ingestão calórica cada vez menor acarreta perda de peso intensa e rápida.   

A bulimia não contempla a redução da ingestão calórica. A alimentação é habitual, tendo episódios de exagero alimentar, seguidos de vômito ou diarreia.   

Normalmente a perda de peso é pequena e lenta. 
 

Tratamento  

O tratamento inclui psicoterapia, medicamentos e monitorização domiciliar. 

Apenas com a elevação da autoestima, redução da ansiedade e controle dos episódios compulsivos o controle da bulimia se torna efetivo. 

Bulimia tem cura? 

Sim, porém, como sofre muita interferência de oscilações psíquicas, pode se tornar reincidente em algumas pessoas.   

O tratamento requer a psicoterapia e medicamentos para tratamento da bulimia e do distúrbio psíquico de base. 
 

Quais as consequências da bulimia a longo prazo para a saúde? 

No curto prazo os principais sintomas são: 

  • Dor de garganta crônica; 

  • Azia e refluxo gástrico; 

  • Dores de estômago.  

No médio e longo prazo: 

  • Inflamação e ruptura do esôfago e do estômago por causa do vômito frequente; 

  • Úlceras intestinais;  

  • Osteoporose;  

  • Arritmia cardíaca e maior risco de insuficiência cardíaca; 

  • Desnutrição; 

  • Inflamação e ruptura do esôfago e do estômago por causa do vômito frequente. 

Além disso, a bulimia pode causar deficiências nutricionais, como falta de vitamina D, C, E, K, B1, B2, B6, B9, B12. 

Quais exames são recomendados para avaliar o estado da saúde do paciente? 

A avaliação inclui exame físico geral e exames de sangue para análise de eletrólitos (sódio, potássio, cálcio e magnésio), glicemia, proteínas totais e frações, função renal e hepática, além de ultrassonografia abdominal, endoscopia, colonoscopia e densitometria óssea. 

Agenda o seu exame no Alta!

 

Referência:
Dra. Myrna Perez Campagnoli

Categoria
Saúde