Saiba o que são triglicerídeos, riscos e como lidar com triglicérides alto

Entenda os valores, sintomas e riscos do triglicerídeos alto

Triglicerídeos são as principais gorduras do nosso organismo.

Estão presentes em vários alimentos, especialmente nos alimentos ricos em carboidratos, mas a maior parte que circula no sangue costuma ser produzida pelo nosso próprio organismo, através do fígado.

Os triglicerídeos podem ser encontrados na corrente sanguínea de forma livre ou através do colesterol, o VLDL.

Quando há excesso de triglicerídeos circulando no sangue, damos o nome de hipertrigliceridemia, quadro que está muito relacionado ao risco de doenças cardiovasculares. 

É importante realizar exames de check-up periodicamente para garantir a saúde e prevenir doenças.

O que são triglicerídeos? 

São gorduras presentes na corrente sanguínea e tem relação direta com a síndrome metabólica, como obesidade, diabetes e resistência insulínica, risco cardiovascular, hipertensão arterial e dislipidemia, incluindo a hipertrigliceridemia.

O que significa triglicerídeos alto e baixo?

Os níveis normais de triglicérides variam de acordo com a faixa etária e também com o tempo de jejum. Níveis baixos de triglicerídeos não são perigosos para o organismo.

Já níveis acima de 150 mg/dL, representam triglicérides elevados em adultos e, portanto, devem ser tratados com melhora dos hábitos de vida, incluindo dieta mais saudável, realização de atividade física regular e redução da ingestão de bebidas alcoólicas. Em crianças e adolescentes os níveis de normalidade são mais baixos.

Taxas de referência de triglicerídeos

Tabela I. Valores referenciais desejáveis e de alvo terapêutico conforme avaliação de risco cardiovascular estimado pelo médico solicitante do perfil lipídico para adultos > 20 anos.

Tabela I. Valores referenciais desejáveis e de alvo terapêutico conforme avaliação de risco cardiovascular estimado pelo médico solicitante do perfil lipídico para adultos > 20 anos.

Tabela II. Valores referenciais desejáveis do perfil lipídico para crianças e adolescentes.

Tabela II. Valores referenciais desejáveis do perfil lipídico para crianças e adolescentes.

Fonte: http://www.sbpc.org.br/

O que causa triglicerídeos alto?

O excesso de carboidratos, como massas, açúcares e bebidas alcoólicas, é a principal causa de hipertrigliceridemia.

A falta de atividade física pode contribuir para a elevação dos níveis sanguíneos de triglicérides.

Existe uma condição rara, a hipertrigliceridemia familiar, que é genética e não guarda relação estreita com a alimentação, mesmo podendo ser agravada por maus hábitos de vida. A elevação dos níveis de triglicérides ocorre por uma mutação genética e as taxas de triglicérides são extremamente elevadas. 

Existem sintomas para triglicerídeos alto?

Geralmente a elevação dos níveis de triglicerídeos não causa nenhum sinal ou sintoma. Entretanto, como há aumento do risco cardiovascular, os sintomas podem estar relacionados a obstrução de vasos sanguíneos que podem causar tontura, dor no peito e até situações mais graves como o derrame (AVC) e infarto.

O acúmulo de gordura no fígado também não gera sintomas nas suas fases iniciais, mas pode ser detectada através de exames de imagem. Esse acúmulo, chamado esteatose hepática, pode causar danos irreversíveis no funcionamento do fígado.

Como baixar a taxa de triglicerídeos

A mudança de hábitos de vida é essencial para reduzir as taxas elevadas de triglicérides no sangue. Alimentação saudável com mais fibras e menos carboidratos simples, atividade física regular e redução de bebidas alcoólicas são imprescindíveis para o controle dos níveis de triglicérides.

O consumo de ômega 3, presente em peixes e oleaginosas, auxilia no combate aos excesso de triglicerídeos.

Em alguns casos é necessário o uso de medicamentos para controle da hipertrigliceridemia.

Dieta para triglicerídeos alto

A dieta para diminuir os triglicerídeos deve ser pobre em alimentos com açúcar e farinha branca, como pães brancos, doces, salgados e bolos. Esses alimentos são ricos em carboidratos simples, que favorecem o aumento dos triglicerídeos no sangue. Algumas dicas essenciais são:

  • Reduzir o consumo de carboidratos simples (açúcar e farinha branca);

  • Evitar a adição de açúcar em alimentos preparados em casa, como sucos naturais, café e chá;

  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas, pois elas são ricas em calorias e estimulam a produção de triglicerídeos;

  • Consumir gorduras boas como o azeite de oliva in natura, castanhas, amendoim, amêndoas, sementes de chia, linhaça, girassol, peixes como atum, sardinha e salmão, e abacate;

  • Evitar o consumo de alimentos ricos em gordura processada, como salsicha, linguiça, presunto, mortadela, hambúrguer e comida pronta congelada;

  • Consumir mais frutas, verduras e alimentos integrais (arroz integral, pão integral, macarrão integral, farelo de trigo e de aveia, aveia em flocos, quinoa, lentilha e sementes, como chia, linhaça, gergelim, abóbora e girassol), pois são ricos em fibras e auxiliam na redução dos níveis de gorduras e açúcar no sangue.

Exame para descobrir a taxa de triglicerídeos

Os triglicérides podem ser dosados no sangue através de um exame de sangue, que está entre os exames solicitados no check-up médico.
 

clique aqui para agendar

Se quiser agendar no RJ clique aqui


Colesterol e triglicerídeos estão relacionados?

As triglicérides, assim como o colesterol, são gorduras presentes no sangue. Os triglicerídeos compõem a molécula do VLDL, que é o colesterol de muito baixa densidade e, portanto, contribuem para os níveis de colesterol total.  

 

Pergunte à médica

Veja algumas dúvidas frequentes e a opinião da especialista:

”Quem tem triglicérides alto pode comer ovo?”

Dra. Myrna: Pode. A palavra chave na alimentação é a moderação. O consumo moderado de alimentos, sejam eles quais forem, contribuem para um bom hábito alimentar e para níveis adequados de gorduras e açúcar no sangue.

”Existe algum remédio caseiro bom para triglicerídeos?”

Dra. Myrna: A redução do consumo de açúcar e farinha branca na alimentação do dia a dia, é a principal e melhor ferramenta para o combate da hipertrigliceridemia. O aumento do consumo de fibras também é um excelente aliado. 

”O certo é triglicerídeos ou triglicérides?”

Dra. Myrna: Ambos estão corretos.

 

Categoria
Saúde