VACINA DTPA TIPO ADULTO

É igual a TRIPLICE ACELULAR DO ADULTO, TRIPLICE BACTERIANA ACELULAR DO ADULTO

Informações de preparo

Faixa Etária Recomendada na Bula

-

Pedido Médico

-

Eventos Adversos Mais Comuns

Dor de cabeça, febre, fadiga e mal-estar, reações no local da injeção (dor, vermelhidão e inchaço).

Esquema Vacinal

Dose de reforço a partir de 4 anos de Idade

Fabricante

GSK

Contraindicação

Indivíduos com hipersensibilidade conhecida a qualquer componente da vacina e naqueles com encefalopatia dentro de um período de 7 dias após dose anterior de vacina contendo o componente pertussis.

Via de Aplicação

Intramuscular

Nome Comercial

Refortrix

Necessita Agendamento

Sob Demanda E Agendamento

Composição

Uma dose (0,5 mL contém): Toxoide diftérico1não menos que 2 Unidades Internacionais (UI) Toxoide tetânico1.não menos que 20 Unidades Internacionais (UI) Antígeno Bordetella Pertussis Toxoide pertussis18 mcg Hemaglutinina filamentosa18 mcg Pertactina12,5 mcg 1 adsorvido em hidróxido de alumínio hidratado (Al(OH)3) e fosfato de alumínio (AlPO4) Excipientes: hidróxido de alumínio, fosfato de alumínio, cloreto de sódio e água para injeção. As seguintes substâncias são encontradas como resíduos: formaldeído, polissorbato 80 e glicina.

Indicação

Vacinação de reforço para difteria, tétano e coqueluche em indivíduos a partir de 4 anos de idade Dose de reforço após esquema de vacinação primário prévio. Em indivíduos acima de 4 anos, como parte de uma série primária de vacinação contra tétano, difteria e coqueluche, utilizando a vacina dupla adulto (dT) um e seis meses após para maximizar a resposta ao tétano e à difteria. Na gestação, preferencialmente após a 20a semana, de modo a conferir imunização passiva para tétano e coqueluche ao feto/recém-nascido

Orientações Gerais

Vacinas são produtos elaborados a partir de microrganismos ou porções desses microrganismos que, quando administrados, levam ao desenvolvimento de uma resposta do sistema de defesa que protegerá a pessoa vacinada se ela entrar em contato com o microrganismo que causa a infecção. Existem tipos de vacinas sendo elas: Vivas atenuadas: são aquelas desenvolvidas a partir da atenuação de um vírus ou bactéria em laboratório. Esses produtos são administrados e ocorre uma resposta imunológica com nenhum ou muito baixo risco de desenvolvimento de doença quando comparado ao microrganismo causador da infecção. Inativadas: são as vacinas desenvolvidas a partir de partes ou produtos dos microrganismos. Nesses casos, não é possível ocorrer infecção a partir da vacinação.

Selecione a unidade desejada:

    Agendar